Categorias dos Produtos:


Anunciantes

Pagamento Express no Bcash da Capa de Maquina Frontal

Quant.:
  
 
Mais condições

Visualizando- Sustentabilidade: A profissão do futuro por Mari Costa

  • Sustentabilidade: A profissão do futuro por Mari Costa - Imagem 1

  • Saiba mais do Produto, clicando nos Videos.

Sustentabilidade, nunca se ouviu falar tanto nessa palavra como nos dias atuais. As empresas estão mais conscientes que precisam ser auto-sustentável, para não agredir mais o meio ambiente, já não basta o estrago que já fizeram nesses anos todos onde as organizações só pensavam em ganhar dinheiro, desrespeitando totalmente o meio ambiente.Mas o que vem a ser sustentabilidade, segundo a Wikipédia: “sustentabilidade é um conceito sistêmico; relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana”.

No geral esse conceito de sustentabilidade representa promover a exploração de áreas ou o uso de recursos planetários (naturais ou não) de forma a prejudicar o menos possível o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas e toda a biosfera que dele dependem para existir, é o que as empresas estão procurando fazer e o governo está cada vez mais cobrando incisivamente e colocando metas para que o meio ambiente sofra menos agressão.

Para entrar nesse ramo profissional de sustentabilidade,você primeiro tem que ser autosustentável, ou seja,basta ter pequenas atitudes sustentáveis ao longo de sua vida. Medidas simples como economizar e reciclar papel. Reciclar latas e embalagens; não queimar lixo; economizar água e energia elétrica através de um uso mais racional desses recursos; garantir que as empresas que fornecem bens e serviços para você tenham também a mesma preocupação e recusando-se a consumir produtos de origem ilícita ou que tenha sido obtidos (extraídos ou fabricados) através de meios prejudiciais a natureza.

Tendo essas atitudes no seu dia a dia você já pode começar a se inserir no mercado de trabalho nessa área de sustentabilidade, pois vai ser a profissão do futuro, todos os cargos que tiver relação com o meio ambiente, responsabilidade social, referindo às profissões que, ao mesmo tempo em que promovem o progresso econômico, contribuem com a restauração da qualidade do meio ambiente,abrangendo as ocupações que ajudam a proteger a flora, a fauna e reduzem o consumo de energia, de recursos naturais e de água.

As profissões ligadas a sustentabilidade vai ser a bola da vez nos próximos anos! Duas pesquisas - uma estrangeira, outra brasileira - confirmam isso. A primeira é do Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas, que revelou: metade dos 20 milhões de empregos que surgirão até 2030 serão ''verdes''. O outro estudo é da Fundação do Instituto de Administração de São Paulo, que entrevistou 88 especialistas - e 72% deles elegeram o cargo de gerente de eco-relações (profissional que trabalha com desenvolvimento de projetos ligados ao meio ambiente) como o mais promissor dos próximos anos.


Dados sobre as profissões do futuro

Veja quais são os setores, as profissões e a média de salários* de cada uma delas

Agrônomo
O que faz?
É responsável pela manutenção de recursos naturais renováveis e ambientais. Como encarregado da elaboração de documentos, também presta serviços em consultoria na área agrícola e na criação de animais.

Salário médio: R$ 2.954.

Paisagista
O que faz?
Profissionais com formação em cursos de tecnólogo de design de interiores podem atuar nessa área. O profissional é o responsável por lidar com as plantas que decoram o ambiente. Atua em propriedades privadas e públicas. Seu desafio é trabalhar com a vegetação sem causar danos ambientais. Os contratantes são construtoras, condomínios e escritórios de arquitetura e paisagismo.

Salário médio: de R$ 4 mil a R$ 5 mil.

Gerente de obras
O que faz?
Atua como um tipo de gestor ambiental na organização das obras. Ele se encarrega do material que será usado, do cuidado com o desperdício, com as sobras do material do empreendimento e dos processos de reciclagem. Cabe a ele garantir que a construção polua o menos possível. Além de arquitetos, engenheiros e designers, pessoas com formação tecnológica em controle de obras atuam no setor.

Salário médio: de R$ 5 mil a R$ 10 mil.

Lighting designer
O que faz?
Os profissionais deste segmento geralmente vêm das áreas de arquitetura e engenharia. Sua principal função é elaborar projetos de iluminação residenciais, comerciais, urbanos e de eventos. Trabalham com o uso consciente de materiais capazes de aproveitar melhor a luminosidade, poupando os recursos naturais o máximo possível.

Salário médio: R$ 4 mil a R$ 5 mil.

Biotecnólogo
O que faz?
Desenvolve produtos para a indústria médica, de bebidas e de alimentação com preocupação voltada para a ecologia. Na biomedicina, pode atuar no desenvolvimento de vacinas. Já na agroindústria, cuida da produção pecuária e desenvolve bioinseticidas e sementes.

Salário médio: de R$ 2,5 mil a R$ 4 mil.

Biólogo
O que faz?
Pode atuar como pesquisador, consultor, supervisor de ações nas áreas da saúde humana e coletiva, saneamento e preservação do meio ambiente. Há também a opção de seguir carreira acadêmica, assumindo a posição de professor.

Salário médio: R$ 1.778.

Engenheiro ambiental
O que faz?
Promove o desenvolvimento econômico sustentável, ou seja, respeita os limites de recursos naturais. Seu foco é preservar a qualidade da água, do ar e do solo fazendo estudos de impacto ambiental, além de propor soluções ecologicamente corretas. Também trabalha nos setores de planejamento e gestão ambiental de grandes indústrias e empresas.

Salário médio: R$ 4.528.

Advogado de direito ambiental
O que faz?
Lida com todas as questões legais do meio ambiente, de processos contra empresas que desmatam a ações preventivas para a implantação de projetos que afetam o uso de recursos naturais, entre outros. É preciso ter graduação em direito, obviamente.

Salário médio: R$ 3.714.

Tecnólogo em petróleo e gás
O que faz?
É responsável pelo apoio e gerenciamento das empresas ligadas ao setor do petróleo. Entre as principais funções estão: aplicar e avaliar a qualidade dos produtos, aplicar a legislação do setor e atuar no controle de acidentes de trabalho e ambientais.

Salário médio: R$ 1.061.

* Médias salariais fornecidas por Catho Online, Associação Brasileira de Empresas de Biotecnologia e Glaucius Ciancirdi, coordenador da Unicid

As pessoas que identificaram com uma dessas profissões, é só correr atrás e começarem a se especializar, pois ao mesmo tempo em que ganha dinheiro, também está ajudando a preservar o nosso planeta, que está pedindo socorro.

Curriculo da Eapecialista:

Mary Costa

Blogueira

Pessoas que visualizaram este artigo também visualizaram: